terça-feira, 29 de julho de 2014

Hoje Não Foi um Dia Fácil - e Sempre que o dia se apresenta assim me ponho a ler e escrever e publicar, muitas das vezes coisas sem sentido aos olhos alheios , mas de grande valia para mim .
é assim que converso, assim q me comunico, assim que vejo que existo.

E nisso, apesar do fato de todos nós sabermos que a vida nunca nos deu uma garantia de que seríamos tratados de forma justa e que as coisas ruins não acontecem para nós, por vezes somos tomados de surpresa quando levamos um golpe que achamos não merecer. Ficamos presos no passado e paralisamos a nossa vida. Por mais que se tente seguir em frente depois de um revés, muitas vezes os golpes sofridos no passado tornam-se numa tormenta ao bem-estar no presente. Dar um impulso na vida, sair dos acontecimentos de arrependimento e dos “deverias” pode assemelhar-se ao que os navegadores portugueses tinham de enfrentar quando atravessavam o cabo das tormentas. Talvez o mais trágico, no entanto, sejam os sentimentos negativos que as decepções de ontem, as perdas e fracassos foram criando, edificando uma base de mágoa e infortúnio para o resto da vida, levando a que a pessoa perca a esperança e firme a ideia de que é tarde de mais para mudar a sua vida para melhor.

“A minha mãe sempre disse que você tem que colocar o passado para trás antes que possa seguir em frente.” – Forrest Gump

Forrest Gump, no filme  parecia ter aprendido uma lição que muitas pessoas mais inteligentes e esclarecidas não assimilaram. Certamente muitas são as coisas que nos podem acontecer e que nos obrigam a termos que superá-las.  Há situações óbvias que nos acontecem na vida que podemos considerar traumas devastadores, como acidentes incapacitantes, doenças graves, perda pessoal, conflitos familiares, demissões de emprego, fracasso e rompimentos de relacionamento dolorosos, para citar alguns.

seguir em frente

PERCEBA, ACEITE E SUPERE O SEU PASSADO

No entanto, muitos distúrbios ao nosso equilíbrio emocional não são visíveis a olho nu. Mágoas e cicatrizes invisíveis oriundas de decepções acerca de nós mesmos e dos outros podem levar a questionarmos as escolhas passadas, fazendo questões como: “porquê”, “Porque não”, “Porque é que eu não”, e “Se pelo menos.” Apesar do fato de percebermos que nada pode mudar o passado (os acontecimentos vividos), parece às vezes quase impossível “ultrapassar” esses sentimentos dolorosos de oportunidades perdidas, chances falhadas, escolhas ruins, amizades e relacionamentos quebrados e irrecuperáveis​​. O profundo sentimento de perda e desilusões, promovem a dúvida acerca de se conseguimos realmente superar isso. Eu acredito que sim. Muitas pessoas têm conseguido ultrapassar as angústias do passado.

No entanto, apesar de não ser possível mudar e/ou apagar os acontecimentos dolorosos vividos no passado, é possível reinterpretar a dor e a perda de forma a libertarmo-nos da mágoa paralisante. Aprofundei este assunto no artigo: Como dar um novo significado aos acontecimentos passados. Apesar de não podermos alterar o que aconteceu, como expliquei, é possível reinterpretar esses acontecimentos de forma a que possamos aceitá-los, percebê-los e superá-los. Ao entrar neste processo de superação de situações consideradas traumáticas ou angustiantes, deixa de ser refém do seu passado menos bem conseguido.

Já contei oito passos que podem promover a superação dos acontecimentos passados - não que isso me tenha ajudado, mas distraem:

PERCEBA QUE EXISTEM ALGUMAS COISAS QUE VOCÊ REALMENTE NUNCA CONSEGUIRÁ “PASSAR POR CIMA”, MAS CERTAMENTE PODE CONSEGUIR SUPERAR.

Há alguns acontecimentos que alteram tanto a nossa vida, que realmente nunca poderemos apagá-los da nossa memória ou fazermos de conta que não existiram.  A perda significativa ou o coração partido por acontecimentos, como a morte de uma criança, um trauma grave, uma doença fatal, acidentes que mudam radicalmente a vida em que você ou um ente querido fica permanentemente inválido ou desfigurado, são apenas alguns exemplos. Quanto mais trágico for o prejuízo ou perda, mais somos desafiados a erguer-nos acima dos acontecimentos. Quanto mais somos pressionados ao crescimento pós-traumático, mais precisamos procurar apoio e ajuda para continuar. Aqueles que estão decididos  a aceitar o sucedido e a abrir os seus corações para tentar novamente, voltar a amar, a confiar de novo, irão superar o trauma muito melhor do que aqueles que caem numa espiral de negatividade, isolamento e amargura. Podemos não ter a capacidade de mudar os acontecimentos do passado, mas podemos escolher como vamos lidar com isso, para que possamos, pelo menos, levar a vida de uma forma que ainda ofereça esperança e alegria (ainda que possa ser muito diferente daquilo que era).

AS COISAS QUE VOCÊ NÃO TEM CONSEGUIDO “SUPERAR” SÃO AVISOS, PRECISAM DA SUA ATENÇÃO REDOBRADA.

Imagine a luz de aviso de combustível no seu carro. O sinal de aviso que você está ficando com pouco combustível, é um sinal protetor, é um sinal que chama a sua atenção no sentido de lembrá-lo para atestar o depósito, evitando que possa vir a passar por um incómodo. Da mesma forma, algumas das coisas nas nossas vidas que não conseguimos “superar” transmitem-nos uma mensagem de que existem assuntos que necessitam da nossa atenção, no sentido de termos de fazer algo, aprender algo, ou lidar com algo. No fundo, os sentimentos negativos oriundos dos acontecimentos passados, fazem-nos sentir sensações desagradáveis para que possamos perceber que temos de fazer alguma coisa para voltarmos a ficar bem e a sentirmo-nos bem.

MAIS DE OITENTA POR CENTO DA NOSSA VIDA NÃO É DETERMINADA POR EVENTOS, MAS PELA NOSSA REAÇÃO A ELES.

Em vez de concentrar-se no que não pode ser alterado, concentre-se no que pode ser alterado. Na maioria dos casos, os acontecimentos ou as outras pessoas não nos levam a sentir de uma certa maneira. Nós é que fazemos isso. Nós é que decidimos manter-nos num sentimento incapacitante. Claro, que dado a natureza de alguns acontecimentos de vida, temos toda a legitimidade para nos sentirmos mal. No entanto, esses sentimentos negativos não invalidam que possamos fazer algo para superar os acontecimentos e promover melhores sentimentos.  Assumir a responsabilidade pelos seus próprios pensamentos e sentimentos, sair de uma mentalidade de vítima, irá capacitá-lo para ultrapassar os arrependimentos passados​​, derrotas, decepções, desgostos e traumas, em vez de usar isso como uma carga insuportável de transportar.

DEDIQUE-SE MAIS AOS FATOS, DO QUE ÀS INTERPRETAÇÕES

Muitas vezes não podemos “superar” algo por causa de histórias que contamos a nós mesmos, que não são baseadas em fatos. Mas sim na interpretação que fazemos do que nos aconteceu. E, em alguns acontecimentos podemos distorcer a magnitude e impacto real do sucedido. Por exemplo, algumas pessoas que perdem um emprego ficam desapontadas, mas ainda têm a confiança para seguir em frente sabendo que pode haver melhores oportunidades. Em contrapartida, outros não seriam capazes de “superar” o trauma da rejeição e rotular-se-iam como perdedores e fracassados. As pessoas quando atravessam uma crise, muitas vezes criam histórias sobre si próprios personalizando a crueldade da vida como algo que reflecte a sua autoestima, resultante de antigos hábitos enraizados de pensamentos de julgamento depreciativo. O diálogo interno autocrítico de cariz negativo torna-se tão sedimentado, que muitas vezes não percebemos que temos o poder de mudá-lo. Para aprofundar o assunto, leia: Mude a sua história, se está insatisfeito, faça algo de diferente.

DÊ A SI MESMO PERMISSÃO PARA SOFRER O QUE “PODERIA TER SIDO” OU “O QUE PODERIA TER OBTIDO”

Em alguns casos, não se pode esperar  ”superar” algo de forma rápida se não se passar pelo processo de luto. O luto, não é um processo com o qual apenas lidamos quando enfrentamos a morte ou a perda de um ente querido. Existem perdas menos visíveis e concretas, tais como a percepção de que você não pode ter a vida que pensou que seria possível, que o seu entusiasmo relativamente a um determinado objetivo de vida não o conduziu a bom porto, dando lugar à decepção.  Na grande maioria das situações, do mais terrível sofrimento a uma perda comum, o processo de luto é essencial para o processo de cicatrização. Às vezes precisamos passar por fases de raiva e amargura, a fim de sermos capazes de passar à fase de aceitação. Para aprofundar o assunto, leia: Como lidar com a decepção?

PROCURE APOIO

Não vivemos isolados dos outros. O contato, o afeto e a troca de experiências permite-nos crescer e desenvolvermo-nos. As pessoas crescem melhor promovendo bons relacionamentos e procurando apoio. Perante o sofrimento, se nos afastarmos dos outros por nos sentirmos diferentes ou para nos protegermos, o que daí pode imergir é mais sofrimento e reviver o trauma ou a situação angustiante uma e outra vez na nossa mente. É mais saudável e promotor da recuperação procurar apoio para aliviar o seu sentimento de perda. Relacionamentos saudáveis ​​e de apoio podem ajudar a curar feridas. Mesmo que os outros não possam resolver o seu trauma ou problema, eles podem ajudá-lo a chorar a perda ou a decepção e reconfortá-lo.

NÃO EXISTE “VOLTAR AO PASSADO”, MAS HÁ “SEGUNDAS CHANCES”

Lembre-se que na grande maioria das situações não é tarde demais para “começar de novo. Se você entendeu o que anteriormente descrevi, que você não pode “passar por cima”, e começar a partir de hoje a tomar decisões saudáveis com base no que você aprendeu neste artigo, vai realmente conseguir novas soluções para velhas questões. Mudar alguns comportamentos para passar a lidar com as coisas infelizes ou evitar que ocorram novamente irá capacitá-lo. Ser proativo ao invés de reativo, e fazer alterações com base nas suas lições de vida, pode curar mágoas do passado. Para aprofundar o assunto, leia: 4 Obstáculos à mudança de vida positiva.

ACEITAR OS ACONTECIMENTOS E TER COMPAIXÃO POR SI MESMO

Perante acontecimentos que nos deixam presos ao passado, a capacidade de aceitá-los e de termos compaixão por nós mesmos são dois passos extremamente decisivos para ultrapassar o sofrimento. Não estou a falar da aceitação passiva, da aceitação displicente, em que tudo acontece e nada se faz. Não é isso. Refiro-me à aceitação da realidade tal qual ela aconteceu, em que não há retorno possível, em que não é possível apagar o que sucedeu. Perante este tipo de cenário, aceitar é o melhor remédio. Permite-nos encarar a realidade de frente, sermos compassivos connosco mesmos e a partir daí cultivar a esperança num futuro melhor. Ficar contra tudo, contra todos e até contra você mesmo, certamente não irá beneficiá-lo em nada. Cria rancor, ressentimento, indignação, desesperança, ódio, entre outros sentimentos negativos. Num estado de negatividade, mesmo aquilo que ainda temos de bom na vida fica afetado, deixamos de olhar para o que ainda faz sentido na vida. Aceite, tenha compaixão e siga em frente.

E como eu disse no Início, Hoje não foi um dia fácil e tudo que eu disse aqui, não me valeu de nada mais fica a dica ^^

sábado, 21 de junho de 2014

O porque disso tudo




É na alegria exagerada que eu encontro forças para superar a tristeza mais profunda

Quando a filosofia e a poesia se unem, liberta toda a tristeza, odio, dor e sofrimentos profundos do amor trazendo uma sensação de alivio e equilíbrio espiritual

Minha alma esta doente, me sinto em coma, coma induzido pela tristeza profunda que sinto

Hoje Sinto uma profunda tristeza em minha alma... Só me resta o consolo de que um dia eu possa compreender o porque disso tudo...

terça-feira, 10 de junho de 2014


Algumas pessoal passam por nossas vidas , simplesmente para nos mostrar, como não ser igual a elas . . .

terça-feira, 24 de setembro de 2013


Hoje encontramos vários sites de relacionamento na internet e em todos eles podemos adicionar diversos amigos. E quanto mais amigos adicionados melhor. Então vemos perfis com 200, 300, 500 ou 1000 pessoas adicionadas. Perfis lotados de amigos. Nada contra isso, porém, meu pensamento me leva à palavra amigo, que, de certa forma, anda meio desgastada, usada demais e longe de seu significado original, talvez adquirindo outros. Mas afinal, o que é ser realmente um amigo?
Segundo o Aurélio, "é ter laços de amizade por alguém". E amizade, um "sentimento fiel de afeição, simpatia, estima ou ternura entre pessoas que geralmente não são ligadas por laços de família ou por atração sexual". Portanto concluo que banalizamos mesmo a palavra amigo.
Quem poderá fazer algo por nós num momento de tristeza? Ou quando precisarmos de um conselho? É, só mesmo aquele amigo que é pessoa especialíssima, que gosta de você, e pronto.
E gosta de verdade, do jeito que você é, com muitas qualidades, mas também diversos defeitos. Tem carinho e ternura, estando perto ou longe, sente saudades e sente imensa felicidade, quando pode reencontrar e passar algumas horas sentado numa mesa de um barzinho contando o que tem feito e querendo saber de você, felicitando-se com suas vitórias ou entristecendo-se com seus altos e baixos.
O tempo não existe para os amigos. Quando se encontram é um misto de alegria, carinho e certa ansiedade. Com ele temos vontade de falar de nós, de tudo que passamos, de tudo que pensamos, sentimos, criamos e desejamos, mas também o que não conseguimos. É que ele nos entende, compartilhamos o que é bom, pois sabemos que emocionalmente nos dá apoio. Sempre que os encontramos é como se nada tivesse se modificado entre nós, porque os sentimentos são sempre os mesmos, e a vontade de olhar, abraçar e matar as saudades é enorme.
O amigo verdadeiro nos ouve, fala o que não nos agrada e, se necessário, briga, discorda, mas também nos elogia, nos emociona, afinal é amigo e quer nosso bem. Brigamos, por vezes ficamos tristes, bravos ou sentidos, mas refletimos, entendemos e acabamos concordando e até nos tornando gratos. Amizade é assim.
E esses de que falamos são poucos. Tenho certeza de que, se fizermos uma lista com os nomes das pessoas com as quais temos essa real amizade, afinidade e um sentimento inexplicável de querer bem, faremos uma pequena lista de poucos nomes que, no entanto, representam grandes e verdadeiros amigos. Nem mesmo a pessoa mais popular fará lista imensa de amigos, porque amizade não implica em popularidade nem em número. Simpatizamos com muitas pessoas, somos colegas de outros tantos e nos afinizamos com o pensamento de diversas. Mas amizade temos por aquelas que o coração e a alma escolheram e delas cuidam, protegem e sentem nelas pessoas especiais de nossas vidas.
Para nossos amigos nos entregamos e sabemos que sempre e em qualquer tempo poderemos contar com eles, da mesma forma que sabem, sempre poderão contar conosco. Mesmo longe, estão bem perto.
E você? Quem são os seus amigos?

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

É assim que te quero, amor

É assim que te quero, amor,
assim, amor, é que eu gosto de ti,
tal como te vestes
e como arranjas
os cabelos e como
a tua boca sorri,
ágil como a água
da fonte sobre as pedras puras,
é assim que te quero, amada,
Ao pão não peço que me ensine,
mas antes que não me falte
em cada dia que passa.

Da luz nada sei, nem donde vem nem para onde vai,
apenas quero que a luz alumie,
e também não peço à noite explicações,
espero-a e envolve-me,
e assim tu pão e luz
e sombra és.
Chegastes à minha vida
com o que trazias,
feita
de luz e pão e sombra, eu te esperava,
e é assim que preciso de ti,
assim que te amo,
e os que amanhã quiserem ouvir
o que não lhes direi, que o leiam aqui
e retrocedam hoje porque é cedo
para tais argumentos.
Amanhã dar-lhes-emos apenas
uma folha da árvore do nosso amor, uma folha
que há-de cair sobre a terra
como se a tivessem produzido os nosso lábios,
como um beijo caído
das nossas alturas invencíveis
para mostrar o fogo e a ternura
de um amor verdadeiro.

domingo, 15 de janeiro de 2012

Atenção !



A cerveja está sempre molhadinha.
A xoxota precisa de estímulos para ficar molhadinha.
Cerveja 1 x 0 Xoxota

Cerveja quente é horrível.
Xoxota quente é maravilhoso.
Cerveja 1 x 1 Xoxota

Se você ficar com um pentelho na boca ao beber cerveja, você fica com nojo.
Se for ao chupar uma xoxota, não.
Cerveja 1 x 2 Xoxota

Quando você bebe muita cerveja, fica gozado(engraçado).
Quando come uma xoxota, ela fica gozada.
Cerveja 1 x 3 Xoxota

Cerveja é uma bebida fermentada que leva fungos no preparo e tem um gosto bom.
Uma xoxota fermentada e com fungos é simplesmente nojenta
Cerveja 2 x 3 Xoxota

6 cervejas numa noitada te deixam alegre.
6 xoxotas numa noite te deixam realizado.
Cerveja 2 x 4 Xoxota

É normal e aceitável beber cerveja na arquibancada do Maracanã.
Você se tornará uma lenda se comer uma xoxota na arquibancada do Maracanã.
Cerveja 2 x 5 Xoxota

Se um policial sentir bafo de cerveja, você vai pro bafômetro e pode ser multado.
Se ele sentir bafo de xoxota, vai te dar parabéns e bater palmas.
Cerveja 2 x 6 Xoxota

Quanto maior a cerveja, melhor.
Quanto maior a xoxota, pior.
Cerveja 3 x 6 Xoxota

Cerveja pode fazer voce pensar que é Deus.
Xoxota pode fazer você ver ou até se sentir Deus.
Cerveja 3 x 7 Xoxota

Se você pensa o dia todo em cerveja, você é um alcoolatra.
Se você pensa o dia todo em xoxota, você é normal.
Cerveja 3 x 8 Xoxota

Abrir uma cerveja pode ser prazeroso.
Abrir uma xoxota é muito mais prazeroso.
Cerveja 3 x 9 Xoxota

Se você tentar beber no seu local de trabalho, pode até ser demitido.
Se tentar comer uma xoxota, pode ser acusado de assédio sexual e ir preso.
Cerveja 4 x 9 Xoxota

Cervejas ruins: Malt 90, Carlsberg, Schincariol. Mas você topa beber todas.
Xoxotas ruins: Ângela Rorô, Cláudia Jimenes, Marlene Matos. São impossíveis.
Cerveja 5 x 9 Xoxota

Cervejas boas: Antártica, Brahma, Skol. Embora você tope beber todas que existem, boas são poucas.
Xoxotas boas: A lista é enorme. Embora voce não tope comer todas que existem, boas são muitas.
Cerveja 5 x 10 Xoxota

Você pode perfeitamente se contentar em beber uma só marca de cerveja.
De forma alguma você se contentará em comer sempre a mesma xoxota.
Cerveja 6 x 10 Xoxota

Há ICMS sobre a cerveja.
Não há ICMS sobre a xoxota.
Cerveja 6 x 11 Xoxota

Não importa a situação: pela cerveja você sempre paga.
Pela xoxota, nem sempre.
Cerveja 6 x 12 Xoxota

Você pode beber a cerveja, virar as costas e ir embora. Sem ressentimentos.
Se você comer a xoxota, virar e for embora, você é um canalha.
Cerveja 7 x 12 Xoxota

Cerveja demais pode fazer você passar muito mal.
Xoxota demais... xoxota demais? Isso não existe! Xoxota nunca é demais!
Cerveja 7 x 13 Xoxota

Na manha que se segue a uma noitada bebendo cerveja, você não quer nem ouvir falar em cerveja.
Na manhã que segue a uma noitada comendo xoxota, você quer mais.
Cerveja 7 x 14 Xoxota

Fica claro que xoxota é bem melhor que cerveja.
Finalizando: Os homens bebem cerveja pensando na xoxota...

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Normalidade







Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim.


Para isso, só sendo louco.
Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.
Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.


Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.


Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Sinto falta do inexistente que jamais existirá



Não sei por onde começar, nem tampouco o motivo pelo qual comecei...
Mas já que comecei...
Precisava começar...
Não sei exatamente o que pensas e nem porque pensas
Não sei exatamente o que sentes e nem o porque
Sinto que és uma pérola mas não sinto minha
E percebo que não é de hoje, mas sim de nunca... ou de sempre
És alheio, como tudo é alheio
Não entendo o que me ocorre a cada manhã...

Não entendo o que fui, o que sou e menos ainda o que serei
Tamanho aperto claustrofóbico espiritual que me assombra
Como posso saber se o que faço é certo, se nem sei se certo sou?
Instintos... Os tenho em abundância e é quase inútil cada tentativa sangrenta de enjaulá-los
Minhas grades são muito frágeis e a distância entre cada uma muito vasta
Que me perco em um mundo onde tudo é tão brutal
Não posso negar que sinto falta dos primeiros olhares
De amor e de receio
De admiração e uma leve vergonha
De não saberes quem sou
Muito menos quem és
Admiro profundíssimamente o que leio e ouço de teus olhos
Somos apenas pó...

Se vivemos em harmonia?

Tentamos, fingimos e conceguimos
Sobrevivemos
Sinto falta do inexistente que jamais existirá
Temo pelo certo
Sem ao menos ter certeza

E por mais que possa ter um fim

Serás sempre minha pequena
E eu serei sempre teu.

Em algum lugar, algum tempo...


Hoje, envolto em meus braços teu corpo

E se meu amor puder preencher teu coração
Incompleto estarei completo.
Insano estarei são.

Que destino tortuoso nos pôs frente a frente

Somos indivíduos completamente diferentes
Mas ainda me sinto romântico de outrora...

Eu te digo para seguires teu coração, sempre...

Após tomado o rumo, pense
Espero que lembres destas palavras quando tudo o mais estiver escuro:
A memória não necessita de luz
A lembrança não necessita de visão
Em silêncio ao teu lado no escuro,
Quando tudo o que já foi deixo de lado,
Sinto-me pleno e confortável
Isso ainda é amor

Sou muito sentimental para dizer

Muito sonhador para saber
Embora meu solo seja muito fértil para sonhar
Tuas flores e frutos muitas vezes não foram do meu agrado
Solo, eu sofro esta angústia perfurante
Que por mais que eu sofra jamais saberei porque eu sofro,
E espero realmente jamais saber
Temo o desconhecido...
Difícil, quase impossível...

Mas não devias ter se prendido ao teu passado

Não devia me aprisionar nele...
As lembranças dilaceram minhas emoções...

O rancor dilacera a meiguice destes seus olhos sorridentes

Envenena tudo a nossa volta e mais distantes ficam os sonhos

Meu amor.

Assim como para ti, para mim ocorreu de jogar tudo aos ares
Algo me prende
Não me critique pois não criticarás mais do que eu mesmo faço
Não me julgue mais
Nem imaginas o que eu passo
E por mais cretino, sentimental, rancoroso, fraco e o que mais que pareça ser
Para mim é inefavelmente doloroso
Sem dúvida tu és meu elo com a realidade
Realidade esta que tanto tento fugir e não consigo...
Ando confuso...
Quero ficar só, mas percebo que preciso de ti ao meu lado
Acho que necessito
E que amo!

É indizível o que sinto...

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Minha Mulher, Minha Menina



Nada era proibido na nossa noite de amor
Eu sabia que te amaria como Mulher, e menina!
Te amei como Homem que busca prazer e dá prazer.
Teu corpo tinha sabor de pecado, teu líquido sabor de mel
Escorria por todo meu corpo, eu sentia delicioso sabor de amor
Teus beijos me enlouqueciam, teus abraços me levavam a loucura
Senti teu sexo me pedindo,chamando por mim... eu fui
Seus seios enrijecidos ansiava por Minha boca quente
Tua língua me levava a loucura, eu sentia o tremer do teu corpo
Te amava, te amava....

Nossos corpos dançavam em cadência única.
Freneticamente te levei ao céu e fui ao céu...
Minhas pernas navegavam entre tuas pernas
Juntas formavam um único caminho, um único encontro.
Luzes brilhavam, estrelas no céu do nosso amor.
Suspiros...Lamentos...Mãos que procuravam,
línguas se encontrando, se enroscando...

Buscando únicamente o clímax do amor.
A noite passava e cada minuto representava muito mais que amor,
Representava corpos, coração.
Busquei então teu leito e dele fiz meu porto seguro para te amar.
Dele fiz morada.
Te levei aos céus.
Fiz de você minha Mulher, minha Criança, minha Menina.
Fiz de nssa noite a única noite de prazer, de desejos, de esperanças...
Te coloquei em meus braços, te dei morada...

Beijei teus lábios e dos teus beijos fiz meu alimento.
Do teu corpo fiz meu mundo, meu oceano,
Nele naveguei loucamente...
Busquei segredos nunca desvendados antes.
Cada curva representou um toque, um gemido seu.
Ouvi teus gritos, abafei tua voz com meus beijos.
Pedindo ...implorando......
Finalmente entre lençóis brancos
adormecemos...sonhando!

Chorei Baixinho . . .




Chorei baixinho...
E a lagrima rolou...
Por entre o silêncio...
Que se fez triste em mim...

Onde a brisa da saudade...
Vestiu-me com os sonhos teus...

No corredor vazio da alma...
Invento-te e te chamo...
Desejo-te e te procuro...
Neste tudo que existe...
Entre mim e você...

Onde a esperança persiste...
Onde teu nome desenho agora...
Na lagrima que borrou este poema...
Que nasceu de uma emoção sentida...

Era uma lagrima de ternura...
Onde a brisa suave desta tarde...
Passa carinhosa...
Pra me falar de ti Amor...

A Chuva e o Vento




É meia-noite passada...
ouço pingos na calçada
o vento puxa a chuva pr’uma dança

Bailam livres abraçados

parecem dois namorados
brincando sob o luar

Cansados, cessam os pingos

molhados, porém, sorrindo
se deixam, se bem, não querem

Observo da janela:

o vento olha pra ela
que se vai bela e distante

Lá se foi rodopiando

outras paisagens banhando
cumprindo sua missão

O vento se vê sozinho

não vê mais outro caminho
que não tenha a sua amada

Temendo não ser aceito

sentindo uma dor no peito
foge gritando sua dor

Mas ela o vê e o aceita --

Vento e Chuva se espreitam
numa promessa de amor!

Fecho o vidro da janela

apago sorrindo a vela
e me decido enfim dormir

Durmo num doce alento

sabendo que chuva com vento
sempre haverá de existir!

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Antigo Eptáfio


E assim o dia se fez noite
A noite se tornou tão fria
O frio corta como o açoite
O açoite, que dor me fazia

E o dia surgiu tão nublado

De nublado se fez chuvoso
Chuvoso me deixou molhado
Molhado, triste, tão raivoso

Pois vi nosso amor terminado

Terminado, por tua insensatez
A insensatez me deixou chocado
Chocado pois brigamos de vez

E assim morreu em mim o amor

Amor que te dei com tanta ternura
Ternura que me pagas-te com a dor
Dor que levou o poeta a loucura...

Um dia verás a grande besteira

Besteira que fizeste por amigos
Amigos que falam só asneira
Asneira que te fez brigar comigo

E agora ficaras em tua solidão

Solidão que aos poucos te mata
E ao te matar, mata meu coração
O coração, aonde tu já não habita...

Filtro da alma



Ando discutindo muito com meu estado
E me arrepiando pouco, quase nada
Me excitando com cada vez menos tempo
Hoje a coisa anda tão antivida
Que ouvi o frio sussurrando...
Esse medo gelado, atravessando a garganta
E ninguém sabe onde vai parar
Ou, ao menos, eu não sei
Às vezes não sei de nada
E está tudo na ponta da língua
Tanto que arde, por que mudar de assunto agora?
E por que ainda ter assunto?
Mais fácil o óbvio?
Ou não?
Perguntas com respostas cabisbaixas...
Nunca me ajudam em nada
Prefiro relatar o que eu mesmo vejo
O que eu mesmo provo
Disponho dos meus próprios ensejos
E com minhas próprias vitórias
Mesmo que secas do sol
Mas, juro por Deus, sobre todo o amontoado de derrotas
E ainda apontando para um “indo bem”
Imagine que toda chuva seja ácida
E que todo mundo está sem casa
Agora imagine que você não está nem aí
Esse tipo de insanidade tem me tirado o raciocínio
Mas eu “estou aí”...
E no fundo, no fundo...
É isso que me acaba
Estou tentando me ignorar
Mas como calo algo que vem de dentro?
Você pode cortar a língua da opressão, quase sempre
Mas jamais calará o seu próprio entendimento
Ou a própria falta dele
O que vem de você, só de você quer se alimentar
Por mais que seja impressionante isso que vou dizer:
“O máximo que podem ter de mim... é a ressaca de uma alma ébria, solitária, confusa, cansada... e com saudades demais.”
Tento filtrar... tento esconder
Horrível é ser julgado
Eu tento a casa, eu tento o amor
Eu tento a sorte, e tento a dor
Pais, coração, azar, intensidade
Onde vai dar?
Onde já estou?
Será que já estou onde vai dar?
Eu queria não precisar pensar nisso tudo.

Peregrino





Sou peregrino do mundo,
nasci com uma missão sagrada,
fui educado sempre no silêncio,
cantava e ria rumo a escalada.

Sou turista da vida desde mui criança,
brincava e ria na poeira de estrelas,
nos caminhos de flores e de tarde mansa,
dizia ao mundo que podia vê-las.

Sou peregrino do tempo e sozinho ando,
com a roupagem do sonho e da ilusão.
Pelos verdes prados ando buscando,
a liberdade, a luz, e esta canção.

Sou turista da sorte fui iluminado,
pelos grandes mestres desta vida errante.
Escrevendo e a declamar encantado,
poesia sagrada de azul diamante.

Sou peregrino da chuva, minha companheira,
que forma poças que eu vivo a pisar.
Maravilhado qual asas ligeiras,
de beija - flores sempre a rodopiar.

Sou turista do sol, filho de Rá,
sou fonte de calor e muita energia,
que espalho sempre, aqui e acolá,
nos versos brandos da minha poesia.

Sou peregrino do amor, dádiva divina,
que recebi feliz tal doação.
Andarilho da terra sou o peregrino,
na busca incessante, ser só coração.

Sou turista do planeta, esta é a minha sina,
cumprindo a missão que consigo vê-la,
trocarei a roupagem lá na minha esquina,
e voltarei contente para minha estrela.

E há quem Duvíde !!!

já fiz amigos eternos
já amei e não fui amado
já fui amado e não amei
já tentei esquecer pessoas inesquecíveis
já vivi de amor
já morri de amor
já perdoei erros
já fui perdoado
já abracei pra proteger
já fui abraçado para ser protegido
já chorei sentado no chão do banheiro
já fiz juras eternas que duraram pouco
já chorei rindo ouvindo música e vendo fotos
já liguei só pra escutar uma voz
já me apaixonei por um sorriso e por um olhar
já tive medo de perder alguém especial e acabei perdendo!
já pensaram que nunca me perderiam e perderam!
Enfim, sou normal!!!

A idade para a gente ser feliz


Existe somente uma idade para a gente ser feliz,
somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-las
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente

e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo, nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar

e recriar a vida,
a nossa própria imagem e semelhança
e vestir-se com todas as cores
e experimentar todos os sabores
e entregar-se a todos os amores
sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem

em que todo o desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda disposição
de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO,
e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente

chama-se PRESENTE
e tem a duração do instante que passa.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

E é assim . . .


Quando o amor se vai, parte de nosso mundo desaba, e o que nos resta ?

Quando o amor se vai, o mundo de nossos sonhos e fantasias vai junto com ele, certamente, nos restará a lembrança e a saudade daquilo que marcou nossa vida, e hoje partiu !

Uma angústia invade nossos corações, lágrimas sempre teimam em rolar, aquelas canções de outrora tão maravilhosas, hoje perderam seu romantismo, aqueles filmes de comédias que faziam a gente rir juntos, hoje não tem sentido e nos fazem chorar.

Será que quando o amor se vai, o mundo realmente acaba para quem fica com a dor das lembranças e da solidão ?

Mas, será que se pensarmos e observarmos com cuidado não iremos perceber ao nosso redor que tudo na vida se renova ?

Ora, nós somos capazes de amar quantas vezes preciso for. Não podemos deixar nos abater por aquilo que não nos desejou e seja capaz de abalar-nos e acabar com a nossa alegria.

Levante-se !!!

Erga seus olhos, observe as maravilhas ao seu redor, sinta o perfume das rosas, a beleza dos pássaros entoando canções, o cheiro gostoso da terra molhada e o revoar das borboletas.

Porque se deixar abater por algo que não te mereceu ?

O grande segredo da vida é recomeçar, passar a enxergar as novas amizades, mudar a maneira de vestir, frequentar o shopping, jogar boliche, e, sobretudo, aprender a sorrir novamente ...

Quantos amigos que você abandonou e estão esperando o seu regresso ?

Busque-os !

Quantas belezas que estavam à sua volta e você não notava ?

Então, vamos recomeçar por hoje, ligue para aquele amigo ou amiga que há muito tempo você abandonou e chame-o para passear, para fazer “fofoca”, para pedir desculpas, chame-o para falar de vida. 

Quando o amor se vai, não corra atrás dele, deixe-o partir, afinal, talvez ele que não era digno de você.

Quem sabe quem perdeu não foi você ?

Quando um amor se vai, tenha certeza que outro melhor virá.
 

sábado, 17 de setembro de 2011

Para quem Bebe Socialmente - E mail recebido -





Coisas que são DIFÍCEIS de dizer quando você está
bêbado:
- Indubitavelmente.
- Preliminarmente.
- Proliferação.
- Inconstitucional.

Coisas que são EXTREMAMENTE DIFÍCEIS de dizer quando
você esta bêbado:
- Especificidade.
- Transubstanciado.
- Verossimilhança.
- Três tigres.

Coisas que são TOTALMENTE IMPOSSÍVEIS de dizer quando
você está bêbado:
- Puta merda que menina feia!!!!
- Chega, já bebi demais.
- Sai fora, você não é o meu tipo...


MANUAL PRÁTICO


Como agir quando se bebeu demais e está com os seguintes sintomas:

SINTOMA: Pés frios e úmidos.
CAUSA: Você está segurando o copo pelo lado errado.
SOLUÇÃO: Gire o copo até que a parte aberta esteja virada para cima.

SINTOMA: Pés quentes e úmidos.
CAUSA: Você fez xixi.
SOLUÇÃO: Vá se secar no banheiro mais próximo.

SINTOMA: A parede a sua frente está cheia de luzes.
CAUSA: Você caiu de costas no chão.
SOLUÇÃO: Coloque seu corpo a 90 graus do solo.

SINTOMA: O chão está embaçado.
CAUSA: Você está olhando para o chão através do fundo do seu copo vazio.
SOLUÇÃO: Compre outra cerveja ou similar.

SINTOMA: O chão está se movendo.
CAUSA: Você está sendo carregado ou arrastado.
SOLUÇÃO: Pergunte se estão te levando para outro bar.

SINTOMA: O local ficou completamente escuro.
CAUSA: O bar fechou.
SOLUÇÃO: Pergunte ao garçom o endereço de sua casa.

SINTOMA: O motorista do táxi é um elefante rosa.
CAUSA: Você bebeu muitíssimo.
SOLUÇÃO: Peça ao elefante que o leve para o hospital mais próximo.

SINTOMA: Você está olhando um espelho que se move como água.
CAUSA: Você está para vomitar em uma privada.
SOLUÇÃO : Enfie o dedo na garganta

SINTOMA: As pessoas falam produzindo um misterioso eco.
CAUSA: Você está com a garrafa de cerveja na orelha.
SOLUÇÃO: Deixe de ser palhaço.

SINTOMA: A danceteria se move muito e a música é muito repetitiva.
CAUSA: Você está em uma ambulância.
SOLUÇÃO : Não se mova. Possível coma alcoólico.

SINTOMA: A fortíssima luz da danceteria está cegando seus olhos.
CAUSA: Você está na rua e já é dia.
SOLUÇÃO: Tente encontrar o caminho de volta para casa.

SINTOMA: Seu amigo não liga para o que você fala.
CAUSA: Você está falando com uma caixa de correios.
SOLUÇÃO: Procure seu amigo para que ele te leve para casa.

SINTOMA: Seu amigo não pára de falar repetidamente as mesmas palavras
CAUSA: Você está falando com o cachorro do vizinho
SOLUÇÃO: Peça pra ele dizer onde é sua casa.

Mande essa mensagem aos que 'bebem socialmente' que você conhece.
Eu já fiz a minha parte..

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

12 / 08 / 2011 - Feliz Aniversário Para Mim !!!


Hoje é um dia qualquer,
mas, não é um dia comum.
Hoje é meu aniversario!
E eis-me aqui confabulando comigo mesmo.
INSANO, ou NORMAL?
Pois estou desejando-me, Feliz Aniversário.
Nunca achei que um dia iria desejar-me
felicidades por estar ficando mais velho.


Mas acabei de fazer isso!
Será insegurança diante da vida?
Será uma maneira de lembrar que mais
um ano se passou, e eu continuo aqui?
Será uma dádiva à agradecer?
Francamente não sei dizer...
Mas prefiro ficar com a ultima opção!


Agradeço à Deus por conceder-me dias,
e momentos felizes.
O amor da minha família, o carinho
e total compreensão das pessoas.
Dos amigos, a sincera amizade.
Que os momentos tristonhos que tive,
me tornaram maior e mais forte.
Que colocou-me lágrimas nos olhos, mas também
pôs-me sorrisos nos lábios.


Peço à Deus que a esperança continue
sendo cultivada em meu coração.
Que minha crença e fé jamais sejam abaladas.
Que meus sonhos não desvaneçam.
Que meu sorriso jamais se apague.
Que minha alma continue amando
E que eu possa no ano vindouro,
parabenizar-me novamente.
Afinal, Deus concedeu-me mais um
ano de vida e de alegria.


ENTÃO RONALDO, PARABÉNS!!!
FELIZ ANIVERSÁRIO PRA MIM!!!
AFINAL EU MEREÇO!!!