domingo, 10 de abril de 2011

Abandono



Como a gente pode saber que um amor chegou ao fim?
Sempre pensei que amor nunca terminasse, 
afinal é sempre tão intenso.
Mas hoje temo por pensar de outra maneira, 
por enxergar além da linha do horizonte.


Como a gente pode imaginar que um amor pode minguar?
Paro para pensar e não consigo definir muito bem, 
mas o que sei é esse vazio, esse gosto ruim na boca
que hoje eu sinto.


Sempre pensei que não esqueceria, que não substituíria
e que meu amor para sempre te bastaria.
Continuo a pensar assim, mas já não possuo a 
certeza ingênua de um amor menino para
defender este pensamento.


Com que forças a gente pode deixar um amor ir embora?
Talvez nem seja porque queremos assim, 
as coisas na vida simplesmente acontecem. 
E assim como ele vem, ele vai.
Sem que a gente saiba muito bem
como começou e onde terminou.


Como? Como? Eu não sei, nem sei se dói. 
O que sei é esse vazio...
Esse gosto ruim na boca que hoje eu sinto.

Hoje sinto uma tristeza...

estranha tristeza.
Vem do fundo da alma
E invade todo o meu ser.

Hoje é somente mais um dia,
mais um dia triste que existiu
em meu viver.


Hoje me invade a solidão do mar e
o frio da neve... hoje a sensação
é de falta de chão, alguém que não
possui o coração.


Olho em volta e não tenho mais
em que crer, olho para minha vida 
e não há razão para viver... 
hoje eu não tenho mais você.


Hoje sou apenas eu, apenas metade. 
Sou música sem letra, noite sem lua,
justiça sem verdade...


Hoje sou apenas tristeza...
estranha tristeza...
sou eu me sentindo sem você... 
sou eu sem história...
sou eu sem porque...


Até lembrar do dia que eu te conheci...
eu estava me sentindo triste e perdido.
E  então, eu me encontrei em você.

Jamais poderia imaginar o quanto eu
me envolveria e muito menos que
loucamente me apaixonaria.


Pareceu um conto de fadas, algo
mágico sem explicação.
Nunca consegui entender.

No dia que te conheci...
Uma luz em mim se acendeu e
nunca mais se apagou.


Se alguém me dissesse tudo o que
iria sentir, certamente eu não
acreditaria, mas hoje eu sei o
quanto foi real tudo que vivemos.

No dia em que te conheci...
Dentro do meu coração você ficou
E de lá nunca mais saiu.


O dia que eu te conheci jamais
poderei esquecer, porque te 
esquecer é impossível...

E de repente olho para trás e vejo
que nosso amor foi lindo...

E vai ser para sempre lindo, mesmo
que não seja mais a mesma.
Mesmo que nunca mais me veja
em seu olhar como antes.

Um dia queria acordar e pensar
que a vida é fácil de se levar.
Amar, sonhar, viver...

Como se não existissem problemas para enfrentar.

Ter pelo menos por um minuto
o que o mundo tem de mais bonito.
Eu apenas não queria querer.
Eu iria ter, iria poder!


E se algum dia eu puder fechar meus olhos
e não pensar e nem sonhar com nada,
eu te teria novamente como antes do meu lado...

Mas não seria realizado, pois estaria
de olhos vedados e não poderia
enxergar você  .


Desculpe de todo coração
Se de alguma forma te magoei ; não é fácio amar assim ,
As vezes me perco em pensamentos
que nem de longe são reais ou se quer verdadeiros,

Em minhas loucuras ,
a única sanidade é te amar
Mesmo em momentos difíceis
só rezo a deus e peço que você não vá .

Nenhum comentário:

Postar um comentário