domingo, 10 de abril de 2011

Pensamentos . . .



Quando estás longe,
Sinto falta de mim mesmo
O vale esta vazio, e eu ainda só.
Vejo o enfurecer das árvores, e não me rendo
O frio que estou vivendo, já não inibe meus pensamentos
Não tenho para onde ir
Só em você eu penso
Não tenho porque sorrir
Pois, é muito intenso
As sombras que vejo
Parecem quererem levar-me
Não perco os meus desejos
E nem me entrego sem lutar
Continuo passeando pela floresta dos mortos
E encontro o seu leito
Uma luz surge, atraindo o meu olhar
O corpo é levado
Meu espírito violado
Só o que me resta é esse ódio.
E uma lágrima para o próximo que adensar o seu caminho
LITTLE GIRL NADA PESSOAL,
DON'T NO CRY, DON'T NO CRY TONIGHT
Você sabe o quão à quero, e sei que você me quer.
Porque você não deixa de besteira e vem me ver ?
Você prefere se esconder, e isto está me machucando.
Tenho que me decidir, pois estou amargando-me.
Sei o que devo fazer, mas não consigo esquecer seus lábios descomunais, liso como as pétalas e úmidos como meus olhos.
Fecho os olhos e ainda sinto o calor de seu corpo junto ao meu.
E quando os abro lembro da realidade e de suas palavras que vieram como machados colossais às minhas costas...e tento esquecer.
Tento também compreendê-la, mas não basta
Eu preciso...
Eu quero...
Mostra-lhe outro caminho, mas...?
As vezes os caminhos mais fáceis são os que lhe proporcionará maior empecilho e se mesmo assim for o que realmente você quer então como seu amigo "c/ ou s/ vantagens"
Digo-lhe para que não desista, pois no final tudo acaba bem,
E se não está bom, fique tranqüila, pois ainda não acabou.
Sei que v. não liga pro mínimo que penso, também sei que v. me odeia
Mas eu não sei o motivo, que me faz insistir.
Acho que v. nunca vai entender...
Gostaria que soubesse o quão à valorizo, mas...vejo que não se importa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário