domingo, 10 de abril de 2011

Respostas 2

Se eu não sou o que penso ser,
nem também sou o que pensam que sou
E só existo desconhecido
nesse universo paralelo
entre o que penso ser
e o que pensam que sou
e o q realmente sou...
Talvez essa seja a graça da vida.
Esse paradoxo...
do que eu penso conhecer ,
ou do que pensam conhecer de mim...
Mas na verdade o que ninguém realmente conhece...
a essência que eu escondo dos outros
e até de mim...
E se eu for realmente assim...
alguém para mim,
ou eu,
um outro alguém para alguém,
ou alguém que nunca se saberá ao certo quem
Mas talvez essa será a grande surpresa...
o instinto...o alvoroço...
Talvez seja somente alguém que eu não sei ser...
Ou talvez essa seja minha alma...
talvez minha consciência...
ou talvez não seja nada disso...
Claro que eu sou um eu pra mim....
E um outro eu para o mundo ou eu para alguém.
Mas talvez não haja ninguém mais escondido debaixo da minha pele
como uma conspiração estranha do FBI...
E talvez tudo isso que eu escrevi seja uma grande besteira...
de alguém que fica muito irado
Que procura respostas para todas as besteiras que penso
e um pretexto para quebrar as regras da vida
E não ficar sozinho com meus pensamentos......
Esse alguém eu sei que sou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário