quarta-feira, 27 de abril de 2011

Sonhei que me dizias



Noite, em alta madrugada , eu dormindo luz apagada
Você em meu quarto toda linda ,
Me olhando com lábios de desejo assim me dizia :

Diz-me por favor…que o amor que
sentes por mim…é insaciável…
que os beijos que prometeste os
sentirá minha pele…

Diz-me que não me deixará sem tua presença
diz-me por favor…que virás
tu acendeste em mim uma fogueira de
paixão que somente meu corpo conhece, tu
deste essência ao meus sentidos e verdade
a minha vida
Que sonhos febris tenho contigo que
não posso mais que desejaste
és a sede agônica desta pessoa que
te ama…

Diz-me se em um cantinho de sua alma habita
minha outra alma, e como incansável viajante
virás a meu porto para acalmar meu rio
de ânsias…
Diz-me por favor que me amas tanto que
não haverão mais noites frias sem ti, nem
mais dias sem sol….

Diz-me vida minha que me necessitas
como necessito eu
Ama-me quero que me beijes passo a
passo por minha pele, que corras com tuas
mãos cada ponto fazendo-me estremecer
sou teu amor, toma-me sua,
beija-me e faz
que meu corpo e teu corpo se funda num só

Quero que sintas meu aroma e prove
meu gosto, faz de teu amor, meu amor
e deixa pousar meus beijos em teu sorriso
diz-me por favor, que não sonhei , que me
tomas completamente, que me ama além
das fronteiras que nos separam…
Ama-me sempre… que te amarei eternamente…

Que droga , o galo cantou e despertei . . . 

Nenhum comentário:

Postar um comentário