domingo, 10 de abril de 2011

Vamos pensar um Pouco


Quantos amigos você tem de verdade ? Ultimamente essa é a pergunta que mais me faço. Quando menor eu costumava ser rodeado de amigos e amigas, todos eram essenciais na minha vida. Dividia tudo com todos. As fofocas o lanche... as lágrimas, os melhores momentos da minha vida, e por que não os piores também. Mas, com o passar do tempo veio o desgaste, não de minha parte, bom, pelo menos eu não mudei minha forma de agir (assim espero). Sempre ligava, conversava dava apoio nas horas difíceis. Mas, o mais difícil em uma relação, tanto de homem e mulher, quando de amigos é que a cumplicidade deve ser mútua. Poder compartir os momentos, as dores e ajudar nos momentos difíceis não são para todas as pessoas.
Algumas, como diria a minha amiga Laís, as pessoas só querem o venha nós a vosso reino NADA.E assim, me desencastei, depois de ficar dias, semanas, meses, anos curando a dor de quem nominava de irmãos e irmãs, percebi que quando meu mundo caiu, hoje me vi sozinho. Os amigos já não me ligaram, e se ligam não me ouvem, contavam de suas vidas fúteis, brigas fúteis, e mais nada, nada de: como está? Quer minha ajuda? Um conselho?

É difícil renunciar a quem ama,digo isso por já ter feito essa escolha duas vezes. E muito mais díficil ainda é quando essa pessoa volta querendo novamente a sua amizade, e voltar, ou melhor tentar voltar tudo como era antes sem guardar ressentimentos. Infelizmente, ou felizmente, meu coração está quebrado pelos acontecimentos que se passou, e a falta de uma cumplicidade amiga bate, e bateu hoje mais forte. E aqui, aqui dentro do meu coração, posso dizer que não posso voltar a ser o mesmo de antes. Não posso voltar a ser amigo como antes, pois abri os olhos e vi que para a maioria das pessoas o amor e a amizade verdadeira não existe, mais sim uma troca de favores... uma troca de favores sentimentais se assim posso dizer.

Não estou dizendo a você que não creio mais no amor verdadeiro e nas amizades. Mas sim, que acredito que essas coisas são extremamente raras na nossa vida. O mundo é mal sim, como diz minha mãe . A maioria das pessoas são frias e crueis, só olham para si mesmas. E as vezes me pergunto se essa seria a forma certa de viver, se devo ser assim também. Então,olho para o céu, onde milhares de estrelas que estão a brilhar, e ali tomo por mim que a milhares de sonhos a serem cumpridos e que não vou desistir deles. O amor, o amor um dia vai chegar a esse pedaço de universo, chamado meu peito. E nesse dia, irei desfrutar o melhor sentimento do mundo . . .!

Nenhum comentário:

Postar um comentário