quarta-feira, 13 de abril de 2011

A Fronteira Final




Um dia de cada vez… Um pensamento de cada vez… Uma vida de cada vez.
É aquela velha história: deixar no passado o que é do passado e lidar com o presente, com a dádiva do tempo e da existência humana. Frustrações? Acho que sempre estarão por perto. Não tem jeito! Planos foram feitos para não serem cumpridos e sonhos só existem para acompanhar as solitárias noites de sono. Acho que tendo isso em mente, tudo fica mais fácil e mais leve. Simples assim!
Talvez o sucesso de um dia bom, produtivo e feliz dependa apenas da forma como encaramos o novo, o desafio, o desconhecido e o medo. Não sei! Posso estar falando bobagem… Ou não! Em meio a tantos acontecimentos recentes (alguns totalmente inesperados e bem surpreendentes), sinto-me capaz de falar aquilo que sinto dentro de mim. Minha alma busca uma explicação, uma compreensão, um entendimento e é isso que eu quero agora através de palavras, pensamentos, declarações e explicações.
Não reprimo mais nada… Apenas tento aprender a partir daquilo que me é oferecido pelos caminhos da vida… Só isso!
E acho que este é um novo caminho . . .
Me sinto nas celebres palavras de Gene Roddenberry, nas aberturas de uma antiga série de tv ( Jornada nas Estrelas ) onde narra a descoberta humana do espaço e de si mesmo, acho que era algo assim :
___O espaço , a fronteira final, estas são as viagens da nave Enterprise , em sua missão de descobrir outros mundos, outras civilizações , audaciosamente indo onde nenhum homem jamais esteve . . . 
Estou a cada instante descobrindo mais de mim , aprendendo a me dominar e acima de tudo me respeitar . . .